The Life Of a University Student

08:00

Olá meninas!! Hoje venho falar-vos um pouco de como a vida de um estudante universitário é diferente da vida de um estudante de uma escola secundária. Neste post irei falar-vos dos detalhes de todo o processo de entrada na universidade, como de outros aspetos que acho relevantes. Curiosas?


1. As praxes.

Eu não frequentei as praxes devido ao tempo que era necessário despender nas atividades, no entanto não tenho qualquer tipo de problemas com as atividades praxísticas. A minha universidade é a Escola Superior de Educação de Coimbra, e por esse motivo, todas as informações que eu podei dar em relação às praxes referem-se exclusivamente ao que sei que acontece na minha universidade. Ora bem, na ESEC não existem praxes todos os dias, isto apenas aconteceu na semana de receção ao caloiro... Atualmente, as praxes são esporádicas e pelo que vi em fotos e vídeos e ouvi as atividades são de caris divertido sem questões morais graves envolvidas, contudo, não presenciei e por esse motivo, não sei como me sentiria a ser praxada. O meu maior conselho é vocês irem às praxes apenas se quiserem e acharem que o devem fazer, porque de contrário não irão tirar proveito delas, e o mais importante é recusarem-se a fazer aquilo que vocês se sentem mal a fazer. Desde que tenham uma personalidade forte a ida ou não às praxes não é impedimento para nada.

2. Os livros.

Pois é, quando entramos na universidade ficamos um pouco confusos em relação aos livros que poderão ser precisos, mas não se preocupem porque na aula de apresentação o professor partilha uma bibliografia que acha importante para a cadeira, e desse modo, vocês poderão saber que livros devem adquirir para estudarem. No meu caso, eu tive de comprar dois livros para Teorias da Comunicação e Economia de Empresas e para as restantes disciplinas irei fotocopiar os livros que se encontram disponíveis quer na biblioteca quer na reprografia. Como vocês não sabem ao certo o valor que poderão ter de gastar, aconselho-vos a terem algum dinheiro no vosso cartão nas primeiras duas semanas para poderem adquirir todos os livros necessários. Em termos de livraria para livros normalmente recomendados pelos professores universitários a Almedina é mesmo a melhor, devido à imensidão de livros disponíveis. Como é óbvio o professor irá falar em mais do que um livro e por isso vocês devem ver de todos qual é o melhor.

3. O horário.

O horário da universidade pode ser um pouco adaptado pelos alunos, ou seja, as disciplinas fixas já têm o seu horário, no entanto, as cadeiras transversais (cadeiras de opção) têm dois horários que podem ser escolhidos pelos alunos desde que ainda existam vagas para esse mesmo horário. O meu horário não é muito mau tenho um dia livre e duas tardes livres.

4. A integração com os restantes alunos.

A parte social pode ser a mais assustadora, uma vez que, não conhecemos ninguém e não sabemos com quem havemos de falar. E para piorar esta situação toda ainda existem os trabalhos de grupo que nos obrigam a fazer grupos logo nas primeiras aulas, em que nós não conhecemos ninguém. Eu até me consegui ambientar rapidamente... No primeiro dia conheci logo 3 raparigas com quem formei um grupo e ao longo da primeira semana fiquei a conhecer muitas mais com quem também formei outros grupos. Já podem ver que o meu curso tem imensos trabalhos de grupo em quase todas as cadeiras. Portanto, não tenham medo e falem com alguém, já que, todos estamos à espera que alguém fale connosco.

5. A alimentação.

Como o meu apartamento fica muito perto da minha universidade eu consigo almoçar todos os dias em casa. Eu tenho sopa congelada, portanto, ao meio dia costumo comer um prato de sopa e comidas mais práticas e rápidas (em termos do tempo que demoram a fazer), por isso é sempre bom ter panadinhos, douradinhos ou esse tipo de comida que é rápida de fazer e como é congelada não precisa de ser planeada. À noite, as comidas cá em casa são normais como se fossem feitas em Águeda, ou seja, como eu gosto imenso de cozinhar não tenho qualquer problema eu cozinhar as comidas habituais. Caso queiram levar marmita para a universidade levem comidas práticas e tupperwares resistentes, mas como não o faço não posso falar muito acerca disso. E em relação às cantinas, a da minha universidade tem dois pratos um de carne e outro de peixe, no entanto, não vos posso falar da qualidade nem do preço porque nunca experimentei. E muito importante... levem sempre um snack para os intervalos e água para o dia.

6. Os transportes.

Aqui em Coimbra não há grande problema com os transportes, já que, existem imensos autocarros e horários que nos levam para qualquer local de Coimbra. É bastante fácil andar nos transportes, só é preciso é habituar-mo-nos à dinâmica dos horários e das paragens. Uma coisa boa que temos aqui é o facto de várias linhas nos levaram aos mesmos sítios, e por esse motivo, caso percamos o autocarro há quase sempre outro que nos leva ao mesmo sítio. Falando agora, do comboio que faz a ligação Coimbra - Oiã (que é aquele que eu utilizo) posso dizer-vos que é bastante confortável e que tem imensos horários.

Em relação ao apartamento ou melhor à procura do mesmo, eu já fiz um post com dicas, por isso, se quiserem saber mais acerca do assunto visitem (aqui)!!

E então como estão a ser os vossos primeiros dias como universitários? Ou como foram? Contem-me tudo nos comentários!!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Espero que esteja a correr tudo bem, beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada e espero que também esteja a correr tudo bem contigo =)

      Beijinhos

      Eliminar